Sistema Fecomercio Sesc Senac IPDC

Pesquisa IPDC

Pesquisa Índice de Medo do Desemprego

 

Introdução

O Índice de Medo do Desemprego é um indicador elaborado pelo IPDC a partir de pesquisa de opinião pública que exprime o sentimento dos Fortalezenses sobre o desemprego.

A pesquisa tem abrangência na Região Metropolitana de Fortaleza e é realizada mensalmente.

A relevância desse indicador reside no fato de que sua evolução ajuda a antecipar variações no ritmo de atividade econômica. Isto se dá porque a avaliação do medo de desemprego antecede, em alguma medida, a evolução do desemprego, assim como variações futuras no consumo e poupança das famílias.

Metodologia Adotada As respostas a essa pergunta qualitativa são transformadas em um indicador de difusão, que sintetiza o grau de percepção sobre risco de perder o emprego na visão dos cidadãos de Fortaleza. Usando um algoritmo computacional específico, cada pergunta (Pi) se transforma em um indicador quantitativo (Xi) variando entre 0 e 200 pontos, que é a variação da escala semântica. Quanto mais o índice se aproxima de 200 pontos maior o medo de perder o emprego. O Índice 0 denota situação de total ausência de medo de perder o emprego, enquanto 200 pontos indica situação de pânico geral em relação a ficar desempregado.

Para efeito de interpretação o Índice de Medo do Desemprego pode ser dividido em quatro níveis;

Baixo: menos de 50 pontos
Moderado: de 50 a menos de 100 pontos
Alto: de 100 a menos de 150 pontos
Muito Alto: de 150 pontos ou mais

 

Estratificação dos resultados
Os resultados da pesquisa são estratificados por sexo, idade, escolaridade e renda familiar mensal

 

Francisco Estevam Martins de Oliveira
Estatístico – CONRE 6183

Galeria de fotos

Veja mais

Certificação Digital

Contribuições

Assessoria Institucional e Representações