Criada e mantida pelos empresários do comércio.

Sistema

Cia Dona Zefinha completa 25 anos de criatividade na música e teatro

Anos 1990, a trupe dos irmãos Orlângelo Leal, Ângelo Márcio e Paulo Orlando flertava com o Teatro de Rua, a música e o circo na cidade de Itapipoca. Surgia então a fagulha para a Dona Zefinha, uma companhia cênica e musical que há 25 anos experimenta a miscelânea de sons capturadas na sonoridade nordestina, nos folguedos, no universo circense e nas músicas do mundo. Em setembro, eles lançam seu quinto álbum “El Hijo de Las Americas” brincando com os ritmos latinos da cumbia, bolero e salsa.

Um dos fundadores da Dona Zefinha é o ator, dramaturgo, diretor teatral e compositor Orlângelo Leal. Na próxima quinta-feira, às 11h, suas composições tomam o espaço da Casa do Turista, no Mercado Central de Fortaleza, para uma performance de experiências sonoras e muito humor e no Sesc Sonoridades deste mês.

Música excêntrica é como ele define suas criações, que dão aos ouvidos curiosos a chance de conhecer o som da flauta nasal, um instrumento indígena, e o marimbau, instrumento de percussão semelhante ao berimbau, mas criado ainda na Grécia antiga “em muitos países é conhecido como monocórdio de Pitágoras”, diz Orlângelo.

Toca junto com ele o músico argentino Pedro Jozami, cantor e guitarrista da banda Pato Mojado, com a qual a Dona Zefinha fez parceria no mais recente álbum, e segue em turnê por dez cidades cearenses e depois para a Argentina. “O álbum tem crítica social e fala sobre o momento político do País”,descreve Leal.

Cada disco é resultado de uma investigação musical, explica o compositor. Em 2002, o álbum Cantos e Causos mergulhou na cultura popular e trouxe a música do Nordeste com o xote, o maracatu e o baião. Em 2007, o álbum Zefinha Vai à Feira brinca com a world music e resulta em um intercâmbio sonoro. Em 2012 é a vez de O Circo sem teto da lona furada dos Bufões trazer os sons circenses.

Sesc Sonoridades

6/7 (quinta-feira)

Orlângelo Leal e Pedro Jozami (Argentina)

Horário:11h

Local: Casa do Turista (Mercado Central de Fortaleza). Avenida Alberto Nepomuceno, 199 – Centro

Acesso Gratuito

Informações: (85) 3452.9090

Saiba mais